quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Ano Novo, coração novo...

Postado por Cláudia Figueiredo às 07:35
Depois de tantas e tantas conversas com amigas sobre questões afetivas, resolvi registar o que penso sobre esse assunto. De tantas furadas que entrei e saí, graças a Deus, literalmente, tenho a obrigação de ter aprendido algumas lições, aplicá-las e porque não as dividir também? Embora deixe claro que cada pessoa é única. Que deva ter suas próprias experiências e também quebrar a cara quantas vezes se fizerem necessárias a seu crescimento pessoal e amadurecimento.
Uma amiga queridíssima me disse esses dias, que chegou a conclusão de que deveria repaginar todos os seus conceitos. Não repetir os mesmos caminhos para chegar a lugares diferentes... porque depois de tantos enganos acabou descobrindo que caminhos iguais, levam a lugares iguais aos anteriores... Isso é crescimento. Concordei na hora. Me vi diante de uma sabedoria que só vem com a dor em busca da tal sonhada felicidade amorosa. Quem de nós não deseja um amor verdadeiro, real, leal, que não seja traiçoeiro, mentiroso, enganador e etc...? Pois é!
Mas se queremos mesmo que tudo dê certo, antes de nos pré-dispôr a amar uma outra pessoa, devemos nos amar primeiro, nos apaixonar por nós mesmos, gostar de nossa própria companhia, também achar um barato a solidão. Na solidão descobrimos se somos ou não boas companhias. Pois se você não aguenta ficar sozinho consigo mesma(o), quem aguentará?!

Mude tudo o que não gosta em você: visual, conceitos, idéias, comportamento e principalmente cultive algo essencial para uma relação a dois prosperar: a auto-estima. Não permita jamais que outra pessoa lhe faça se sentir mal, lhe diminua, lhe desvalorize, pois se o seu parceiro ou parceira, namorado, marido ou amante faz isso, é porque deseja te apagar para o resto do mundo. Não permita! Pois se você se prestar a esse papel pagará um alto preço. E pasme: ele ou ela se aproximou de você pelo que viu, pelo seu jeito... e apagando isso, ou por ciúmes ou sei lá porque maluquice qualquer, você perderá o brilho que o atraiu. Logo, se tornará além de desinteressante para os demais homens ou mulheres, também um lixo ambulante, em especial para aquela pessoa . E um dia, a mesma te dirá: “Olha como você ficou!”... rsrsr... Nossa, quanta incoerência, mas é real.
Bem, se você tem auto-estima em alta e esbarrou com um cara ou uma mulher legal, tome alguns cuidados. Se for apenas uma aventura, coloque as cartas na mesa e use de clareza quanto às regras do jogo. Exija o mesmo comportamento da outra parte. Estabelecer as regras de antemão, evita muitas dores de cabeça depois. Agora, se a idéia de ambos é se conhecer e ver no que vai dar, o melhor sempre é ser transparente, verdadeira(o) e observar... Sempre observar... Só conhecemos as pessoas no dia-a-dia, com a convivência e às vezes nem assim...
Se você concluir que sua busca pode ter chegado ao fim, arrisque!! Mas seja sempre realista, exponha o que pensa, o que quer, o que não quer, o que deseja da relação e do futuro a dois. E para que tudo caminhe e prossiga na santa paz, feche todas as portas que porventura tenha deixado abertas ou entreabertas. Finalize relacionamentos mal resolvidos, afaste as paqueras que seriam também possíveis relações e exija o mesmo da outra parte. Dê segurança real, não mascarada, porque máscaras caem mais dia, menos dia... Caso contrário, desista deste ponto. Páre tudo!!! Pois se esse consenso não rolar, alguém um dia poderá se desapontar. Já pensou receber uma ligação estranha e deixar o outro desconfiado, porque você não ficou a vontade?! O certo, segundo minha vã sabedoria é dizer: Essa ligação foi de um “ex-namorado desavisado”, de uma “ex-paquera desavisada”...Fale sempre a verdade!!!  E trate de cortar o laço. Diga a quem está do outro lado da linha: Agora estou comprometida(o) em amar e ser amada(o) por alguém especial. Isso dará confiança ao outro. Essas questões de confiança são o que geralmente minam as relações, até as mais sólidas e longevas.
Cultive interesses comuns. Descubra o prazer de estar com o outro em todos os momentos, divida também os maus momentos, os problemas, saiba ouvir, ser benevolente, seja carinhosa(o), paciente, amorosa(o), ajude a resolver as questões, aconselhe, estenda a mão, o pé rsrsrsrs... Isso também é fidelidade. Fidelidade não significa apenas não trair o outro, mas também ser parceiro, já que não ligar para o que acontece com quem você diz amar, também é uma forma de traição.
Por fim, ame muito o seu amor! Doe-se, cuide, seja companheira(o), feminina, macho, parceira(o), cúmplice, sexie, louca(o), santa(o), safada(o) e não se envergonhe de demonstrar o seu tesão. Isso é tudo de bom!!! Quem não gosta de se sentir desejada(o) e é tão gostoso desejar a quem amamos... Dormir abraçado, acordar com beijos, amassos...
Em 2011, eu desejo muito concretizar sonhos e realizar projetos em andamento, principalmente neste setor e sei que tanta(o)s amiga(o)s querida(o)s também. Vamos investir os dividendos de experiências acumuladas nesta ação: a de ser feliz! Vamos dar e receber e continuar aprendendo... Crescendo, desabrochando, para que no final do ano que se aproxima possamos contabilizar lucros, dividendos e declarar a renda do sucesso, fruto da felicidade, do amor e da paz de espírito...
Desejo a todas as minhas amigas e amigos um lindo Natal, repleto de amor sincero e um 2011 novinho em folha... Cheio do realizações e prosperidade em todos os setores... Que Deus nos proteja e abençoe nossos corações.
Bjosssssssssss!!!
Cláudia Figueiredo (Cacau)

7 comentários:

Nosso Blog on 22 de dezembro de 2010 10:30 disse...

Também amo amar vocês dois lindos da minha vida!!!! bjinhusssssss

ROSY on 22 de dezembro de 2010 14:07 disse...

AMEI SEU BLOG AMIGA QUERIDA!!!! SINCERO, CORRETO , SENSÍVEL, AMÁVEL E TB REALISTA . PARABÉNS !!!!!!! VC É THE BEST !! BJOS, ROSY FONSECA

Anônimo disse...

Cacau, amor de verdade é assim: o que vale para um, tem que valer para o outro tb. Ás vezes nos exigem tanto e nâo se dão conta de que não praticam o que pregam. Obrigada mulher anjo, por ser tão presente em nossas vidas. Obrigada por vc existir há tantos anos na minha vida amiga querida. Te desejo toda felicidade do mundo. Que o Claudio consiga te fazer muito feliz. Privilégio para qualquer homem! Bjoss de sua amiga
Mariana Saldanha e família. (Seus fãs e súditos)

Cláudia Figueiredo on 27 de dezembro de 2010 07:55 disse...

Obrigada linda! Esse texto me veio do alto, após uma conversa com a Rosy- a amiga que postou acima. Bjoss no seu coração e de toda a família. Liga pra mim quando quiser.

Cris* Angel on 2 de janeiro de 2011 06:18 disse...

Oi Cacau. Amei, está maravilhoso! Também não poderia esperar o contrário de você, uma pessoa amiga que sempre está disposta a ajudar.
Beijos amiga.
Cris* Angel.

Anônimo disse...

Claudia, realmente seu texto é maravilhoso!!!
Nunca esqueça que o Senhor tem o melhor pra nós!!!!
bjinhus
Vivi Fang

Cláudia Figueiredo on 20 de janeiro de 2011 16:35 disse...

Com certeza Vivi. Bjosssssss

 

Cláudia Figueiredo Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template | templates gratis Vector by Artshare